DICA | Regras para Congelar Alimentos

É ótimo deixar algumas coisinhas já preparadas e congeladas em potinhos. É perfeito para quando estamos com pressa ou preguiça de cozinhar a refeição completa, além de nos ajudar a sempre ter algo para comer na hora do desespero.

Porém, existem alguns alimentos que não dão certo desse jeito, ou seja, você não pode congelar, pois quando tirar do freezer e esquentar, eles vão ficar ruins (ou péssimos). Existem três regrinhas para ter sucesso na hora de congelar comida:

  • Regra 1

Um alimento congelado muda de textura quando é esquentado, o que pode causar efeitos desagradáveis. Por isso, se a comida já não estava lá muito gostosa quando estava fresquinha, é melhor não congelar; ela pode ficar pior ainda depois de requentada. Desapega! Melhor ainda: planeje direitinho a refeição antes de prepará-la para evitar desperdícios.
  • Regra 2

Se você vai congelar um alimento cru que tem muita água em sua composição, você nunca poderá comê-lo cru depois de descongelado. Imagine colocar um tomate descongelado e cru na sua salada? NÃO DÁ CERTO! Porém, se você vai usá-lo para cozinhar algo, fazer um suco ou alguma outra coisa, tudo bem. Alimentos como pepinos, laranjas e melancias formam cristaizinhos quando congelados, o que deixa sua textura bastante estranha na hora de descongelar.
  • Regra 3

Cuidado com o leite! Iogurtes, alguns queijos, mousses, flans e outros alimentos que têm o leite em grande parte de sua composição costumam ficar coalhados depois de descongelados.

E aí, o que dessa lista você congela sim senhor e não tem problema nenhum? E o que você já congelou que deu super errado? Conte pra gente!
Fonte: minhamarmitatem